LAPEC
LAPEC
UNIMED

ARARUAMA SE DESTACA NA GERAÇÃO DE EMPREGOS, SEGUNDO DADOS DA FIRJAN

Estado do Rio recupera 90% dos postos de trabalho perdidos nos primeiros meses de pandemia

Por Raphael Gonçalves Neto em 04/10/2021 às 22:13:04

Análise feita pela Firjan, a partir da plataforma Retratos Regionais, aponta que o estado do Rio já recuperou 90% dos postos de trabalho perdidos nos primeiros meses de pandemia. Entre março e julho do ano passado, foram fechadas 191.150 vagas de emprego com carteira assinada e de agosto de 2020 a agosto de 2021 foram abertas 171.699. Neste ano, o saldo é de 104.256 postos de trabalho.

Conforme os últimos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), em agosto o saldo de empregos do estado do Rio foi de 22.960. Esse desempenho marca o sétimo resultado positivo consecutivo do mercado de trabalho fluminense e é consideravelmente superior ao saldo de 5.428 registrado em agosto de 2020, início da retomada. O resultado é ainda o segundo melhor da série histórica do Novo Caged, iniciada em janeiro de 2020 - só é superado pelo de novembro de 2020 (32.800).

Entre os oito municípios que compõem a Região dos Lagos, mais, Silva Jardim e Maricá, Araruama foi o primeiro na geração de empregos, com a abertura de 427 postos de trabalho, seguido por Maricá com 373, Cabo Frio, com 310, Rio das Ostras com 231, Armação dos Búzios com 138, Saquarema com 123, São Pedro da Aldeia com 96, Casimiro de Abreu com 64, Silva Jardim com 11, Iguaba Grande com 10 e Arraial do Cabo, com nove novos postos de trabalho abertos. Araruama ficou a frente até do rico e populoso município de Campos dos Goytacazes, que teve 277 novos postos de trabalho abertos.

O município tem vivido anos de crescimento, devido a uma gestão estratégica, voltada para investimentos em infraestrutura, para ações no setor turístico, construções de novas unidades de saúde e grandes escolas, pavimentação de ruas e investimentos em todos os setores da administração pública municipal, além dos salários pagos em dia. O somatório dessas ações, gera empregos e aquece a economia local, conforme comprova esse relatório da Firjan.

Entre as atividades que mais geraram empregos no RJ, destaca-se restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas.

Fonte: Firjan


Comunicar erro
UNIMED
LAPEC

Comentários