LAPEC

Estado de São Paulo tem sete mortes por dengue em 2024

Por Agência Brasil em 30/01/2024 às 22:55:03

A vacina contra a dengue começar├í a ser aplicada em crianças e adolescentes - Foto: Rogério Vidmantas/Prefeitura de Dourados/MS

O Sistema ├Ünico de Sa├║de (SUS) começar├í em breve a oferecer vacinas contra a dengue, mas dentro de alguns critérios definidos pelo Ministério da Sa├║de, por causa do n├║mero insuficiente de doses devido à capacidade limitada de produção do laboratório. Segundo o ministério, os critérios foram definidos junto com representantes de estados e munic├şpios, levando em consideração recomendações da C├ómara Técnica de Assessoramento em Imunização e da Organização Mundial da Sa├║de (OMS).

"A definição da estratégia foi feita a partir da an├ílise da situação epidemiológica nas regiões de sa├║de do Brasil. Essas divisões correspondem às localidades formadas por munic├şpios fronteiriços que compartilham identidades culturais, econômicas e sociais, redes de comunicação e infraestrutura de transportes. A finalidade dessas regiões é integrar a organização, o planejamento e a execução de ações e serviços de sa├║de", diz o ministério.

Foram selecionadas 37 regiões de sa├║de que tivessem pelo menos um munic├şpio de grande porte, ou seja, mais de 100 mil habitantes, tivessem alta transmissão de dengue registrada em 2023 e 2024 e tivessem maior predomin├óncia do sorotipo 2 do v├şrus da dengue (DENV-2).


No total, 521 munic├şpios de 16 estados e o Distrito Federal preencheram os requisitos para o in├şcio da vacinação em 2024. Em São Paulo, as cidades escolhidas foram Guarulhos, Suzano, Guararema, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes, Po├í, Aruj├í, Santa Isabel, Biritiba-Mirim e Salesópolis. A Secret├íria da Sa├║de informou que o estado aguarda o envio, pelo Ministério da Sa├║de, do documento técnico com as instruções da vacina contra a dengue.

O p├║blico inicial ser├í de crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, faixa et├íria que concentra o maior n├║mero de hospitalizações por dengue, depois de pessoas idosas – grupo para o qual a vacina não foi liberada pela Ag├¬ncia Nacional de Vigil├óncia Sanit├íria (Anvisa). O esquema vacinal é composto por duas doses com intervalo de tr├¬s meses.

A primeira remessa, com cerca de 757 mil doses, chegou ao Brasil no ├║ltimo dia 20 e est├í no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Sa├║de. O lote faz parte de um total de 1,32 milhão de doses fornecidas pela farmac├¬utica. A outra parte, com mais 568 mil doses, tem entrega prevista para fevereiro. Além desse n├║mero inicial, o Ministério da Sa├║de adquiriu o quantitativo total disponibilizado pelo fabricante para 2024: 5,2 milhões de doses. Para 2025, a pasta j├í contratou 9 milhões de doses.


Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
Lapec

Comentários